Produtores de leite sofrem com a falta de apoio e o baixo preço pago pelos empresários, diz Perpétua

    Por

     

    A deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB) tem sido procurada por produtores de leite de diversos municípios acreanos. No último sábado, 28, a parlamentar visitou um grupo de produtores da Comunidade Petrolina, em Senador Guiomard.

    Segundo os produtores, o preço pago pelo produto pelos empresários é irrisório e não paga nem a alimentação das vacas leiteiras.

    “Não faz sentido chegar nos supermercados e os preços de leite e queijos estarem pelo olho da cara, enquanto nós, que abastecem com o leite, estamos passando fome devido o preço irrisório que estão nos pagando”, disse um dos produtores.

    Perpétua explica que os produtores exigem um tabelamento de preço do leite, assim como foi feito com a castanha do Brasil, que já chegou a ser vendida pelos produtores a poucos centavos. Hoje, a lata de castanha é vendida para os empresários por R$ 70.

    Além disso, os produtores querem assistência técnica do governo e insumos para a produção.

    “Nesse primeiro encontro ouvi atentamente as preocupações dos produtores de Senador Guiomard, mas já tem pedidos para visitar produtores de Rio Branco, Acrelândia, Tarauacá e outros. Estamos nos organizando para ouvir todos os pequenos produtores de leite para que juntos possamos botar a mão na massa e buscarmos saídas. O que não podemos é deixar esses trabalhadores sem amparo nenhum”, disse a deputada.

    _Assessoria_