16 de maio de 2022

Procuradores receberam mais de R$ 400 mil em dezembro

Por

procurador-geral da República, Augusto Aras, autorizou pagamentos que possibilitaram a procuradores receber quase R$ 500 mil em dezembro, segundo informações do Portal da Transparência. O maior beneficiado foi o procurador regional José Robalinho Cavalcanti, ex-presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR). Com um salário base de R$ 35,4 mil, ele recebeu R$ 446 mil em rendimentos brutos, graças a uma série de penduricalhos.

Segundo informou a Procuradoria-Geral da República (PGR) ao Correio, os pagamentos extras se referem a licenças-prêmio, Parcela Autônoma de Equivalência (PAE), abonos e indenizações de férias não usufruídas. Ainda conforme o órgão, essas dívidas foram reconhecidas pela Justiça e são quitadas “quando há sobra orçamentária, por isso, os pagamentos são feitos no fim do exercício”.

Além de Robalinho, o vice-procurador-geral eleitoral, Paulo Gonet Branco, recebeu um montante bem expressivo: R$ 332 mil.

Por Correio Braziliense 

Related Articles