Houve pedido à Casa Branca para intervir no ataque ao Capitólio, diz testemunha

- Publicidade -

Membros do comitê selecionado da Câmara dos EUA, que investigam o 6 de janeiro de 2021, disseram neste domingo (2) que têm um testemunho importante sobre as comunicações ao ex-presidente Donald Trump no dia do ataque mortal.

A deputada do Wyoming, Liz Cheney, vice-presidente do comitê e um de seus dois membros republicanos, disse à ABC News que o painel tem “testemunho em primeira mão” de que, durante o ataque, a filha de Trump e então conselheira sênior Ivanka Trump, pediu que ele interviesse.

E o presidente Bennie Thompson, um democrata do Mississippi, disse à CNN que o painel tem “testemunho significativo” de que a Casa Branca “recebeu ordens para fazer algo”.

Related Articles