16 de maio de 2022

Homens se passavam por empresários sertanejos para dar golpes de até R$ 80 milhões, diz polícia

Por

Por Guilherme Rodrigues, g1 Goiás

Dois homens são suspeitos de se passarem por empresários sertanejos para aplicar golpes de até R$ 80 milhões, informou a Polícia Civil, nesta segunda-feira (24). O delegado Alexandre Bruno disse que eles enganavam as vítimas com falsos empréstimos e financiamentos para compra de imóveis e carros de luxo. A dupla também é investigada por receptação de cargas de aço e ferro.

g1 não conseguiu localizar a defesa dos suspeitos para que se posicionasse até a última atualização desta reportagem. O delegado informou que Renato confessou o crime e colabora com as investigações. Pablo ainda não havia sido ouvido até o início desta tarde.

A polícia já identificou 85 vítimas dos suspeitos, entre elas, um cantor sertanejo de uma dupla goiana, que não teve o nome divulgado pela corporação. A polícia prendeu Renato Renner Marques Ferreira, de 42 anos, e Pablo Lima Estrela, de 40. Há ainda um terceiro suspeito que é considerado foragido da Justiça: Manoel Antônio Vieira de Lima.

De acordo com o delegado, os dois detidos se apresentavam às vítimas como pessoas que poderiam conseguir financiamentos e empréstimos do sistema habitacional ou junto a bancos para compra de carros de luxos.

“Eles também se passavam por empresários sertanejos, no sentido de oferecer empréstimos para alavancar a carreira de pessoas do ramo”, disse o delegado.

Conforme as investigações, as pessoas adiantavam aos suspeitos dinheiro para conseguir os empréstimos. Eles então pegavam o valor, enganavam as vítimas, muitas vezes dizendo que havia algum problema no sistema dos bancos, e desapareciam com o dinheiro.

“Eles se faziam presentes nas redes sociais, onde angariavam ‘clientes’ para poder apresentar esses financiamentos e, posteriormente, aplicar os golpes”, explicou o delegado.

Related Articles