Equipe do CRM flagra medicações vencidas, lixo acumulado e baratas em unidade de saúde de Rio Branco

    Por

    Por Aline Nascimento , G1

    Lixo acumulado, baratas, mofo, rachaduras, falta de profissionais e segurança, medicamentos vencidos e até falta de banheiros para os funcionários. Esse foi o cenário encontrado pela equipe do Conselho Regional de Medicina do Acre (CRM-AC) na Unidade de Saúde da Família (USF) Agripina Lindoso, na Vila Benfica, zona rural de Rio Branco.

    A Prefeitura de Rio Branco informou que a secretária de Saúde recebeu a informação da vistoria e, nesta sexta (14), uma equipe da pasta vai até a unidade de saúde fazer um levantamento dos problemas identificados. A Saúde Municipal alega ainda que recebeu todas as unidades com sérios problemas e começou a trabalhar em todas.

    No último dia 6, equipes do CRM-AC também fizeram uma fiscalização na Unidade de Saúde Básica (USB) Vitória, em Rio Branco, e encontraram uma grande quantidade de lixo hospitalar que estava acumulado dentro da unidade. De acordo com o CRM-AC, foi constatado que o lixo hospitalar não estava sendo coletado desde dezembro do ano passado devido a problemas no contrato com a empresa responsável pela coleta.

    Nesta quinta-feira (13), as equipes foram até a Vila Benfica verificar a situação da unidade de saúde que atende cerca de 600 famílias da comunidade e realiza, diariamente, aproximadamente 20 atendimentos médicos das 7h às 13h.

    O CRM-AC destacou que a unidade básica não dispõe de segurança, não tem muro e foram encontradas diversas rachaduras, infiltração e mofo nas paredes do prédio. Com exceção do consultório médico, a equipe do conselho afirmou que todos os lugares são inadequados para os atendimentos.

    Foi percebido também que o posto de saúde não tem banheiros para funcionários. O depósito de limpeza com os materiais utilizados fica do lado de fora do prédio.