Crimes sexuais: João de Deus tem 5ª condenação; penas somam 110 anos

    Por

    Por Laura Braga

    Goiânia – O médium João Teixeira de Faria, mais conhecido como João de Deus, foi condenado pela Justiça, nesta segunda-feira (31/1), a mais quatro anos de reclusão por crime de violação sexual mediante fraude. Esta é a quinta condenação dele por crimes sexuais. Com as outras quatro sentenças anteriores, as penas imputadas ao acusado já ultrapassam os 110 anos de prisão.

    De acordo com o Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), a nova condenação refere-se a fato ocorrido no mês de agosto de 2018, em crime cuja vítima foi uma mulher. Apesar da nova condenação, o médium permanecerá em prisão domiciliar.

    Ainda de acordo com o TJGO, João Teixeira de Faria também foi condenado a pagar à vítima uma indenização de R$ 20 mil por danos morais.

    Condenações

    Esta foi a quinta condenação de João Teixeira de Faria por crimes sexuais. O médium já recebeu a penalidade de 19 anos e 4 meses de reclusão, em processo envolvendo quatro vítimas; 40 anos de reclusão (cinco vítimas); 44 anos e 6 meses de reclusão (cinco vítimas); e 2 anos e 6 meses de reclusão (uma vítima). A Justiça também sentenciou o acusado a 3 anos de reclusão pelo crime de posse irregular de arma de fogo de uso permitido e crime de posse ilegal de arma de fogo de uso restrito.

    Metrópoles