Secretaria de Saúde se reúne com gestores para alinhamento de protocolos sanitários nas escolas

- Publicidade -

Representantes da Secretaria Municipal de Saúde de Cruzeiro do Sul e da Secretaria de Estado de Saúde se reuniram, na manhã desta quinta-feira (02), com gestores das escolas, para fazer o alinhamento dos protocolos de prevenção a Covid-19 nas unidades de ensino. Os diretores estavam preocupados e solicitaram a reunião após servidores testarem positivo em algumas escolas que, por conta disso, suspenderam as aulas presenciais recém iniciadas.

O debate ocorreu na escola de ensino médio Flodoardo Cabral, umas das unidades que está apenas com aulas remotas, por conta de casos suspeitos de Covid-19. Os diretores afirmam que, dentro das unidades de ensino, todos os cuidados estão sendo tomados para evitar a contaminação, mas é necessário redobrar a atenção para evitar que os alunos e servidores que forem contaminados possam propagar o vírus.

- Publicidade -

“Esses esclarecimentos foram dados antes de retomarmos as aulas presenciais. Nós orientamos que, se o aluno tiver sintomas de gripe, não deve se apresentar nas escolas. O pai só deve comunicar por ligação ou mensagem e essa falta vai ser justificada. Orientamos também para mandar o filho com máscara, pois temos visto que os alunos só usam as máscaras dentro das escolas, só colocam a máscara quando chegam no portão”, disse o diretor da escola Dom Henrique Ruth.

Durante a reunião, alguns diretores sugeriram a suspensão das aulas presenciais deste ano e que os alunos concluíssem o período letivo de forma remota.

No entanto, as secretarias de saúde defendem que é preciso lidar com o “novo normal”, já que a presença do novo coronavirus deve ser uma realidade ainda nos próximos anos.

“O encaminhamento dessa reunião foi: se os gestores perceberem que esse protocolo feito pela Secretaria de Educação não está adequado, que eles solicitem uma revisão desse protocolo, pois estamos abertos para ajustarmos junto com eles, de acordo com a situação de nossa cidade”, disse a secretária municipal de saúde, Valéria Lima.

Related Articles