Prefeitura de Cruzeiro do Sul, entidades religiosas e de assistência social vão arrecadar alimentos para doar no natal

0
42

Por Assessoria 

A campanha “Natal humanitário: Diga não à fome”, teve abertura oficial nessa quarta-feira (1º ), com a finalidade de mobilizar a sociedade para contribuir com a doação de alimentos para as famílias carentes de Cruzeiro do Sul durante o natal. A ação foi idealizada pelo Grupo de Apoio ao Serviço Humanitário – Gash – sob a coordenação da primeira-dama Lurdinha Lima e conta com o apoio da Diocese de Cruzeiro do Sul, da Igreja Presbiteriana, da Casa abrigo Lar Hester Cameli, da União do Vegetal e da Maçonaria.

Essas entidades marcaram presença no ato de início das arrecadações que ocorreu no centro da cidade, nesta quarta-feira. Para organizar melhor a campanha, foi criada uma comissão de voluntários que serão responsáveis pelas estratégias de divulgação e de mobilização social para a arrecadação de donativos.

“É um privilégio muito grande participar desse momento. É uma oportunidade que a sociedade tem de demonstrar o verdadeiro amor cristão. Isso mostra que ainda existem pessoas sensíveis às necessidades daqueles que carecem de socorro. Estamos prontos a colaborar, junto com os demais segmentos sociais, para esse momento tão especial”, disse o pastor Joaquim Mateus Barbosa, líder da Igreja Presbiteriano no município e que também faz parte da comissão organizadora da campanha.

O prefeito Zequinha Lima também é um voluntário que presta seu apoio ao movimento humanitário.

“Parabenizo todas as entidades parceiras por essa iniciativa de reunir para que a gente possa levar alegria e doar o alimento para aquelas pessoas que têm pouco para comemorar no natal. Muitas pessoas ainda passam necessidades, então, é importante essa união de forças das instituições religiosas, ou não, para essa arrecadação. E seguiu: “São tempos de solidariedade”, falou o prefeito.