Milhões de brasileiros estão com a dose de reforço contra a Covid em atraso

- Publicidade -

Por Jornal Nacional

Com a pandemia ainda matando, uma variante mais contagiosa ainda circulando, e também com a multiplicação de casos de gripe, é importantíssimo que a população atenda à recomendação dos médicos e complete a imunização. Mas milhões de pessoas estão com a dose de reforço em atraso.

Para quem decidiu viver com saúde, o esforço vale a pena. Dona Conceição, de 87 anos, tomou a vacina pela terceira vez e ficou em dia com a dose de reforço.

“Se tivesse a quarta, eu ia tomar a quarta. Eu acho que é o bem para a gente. É que não tem, senão eu ia tomar a quarta, a quinta, entendeu? Não ia deixar pra depois, não”, afirma. 

- Publicidade -

Mas nem todo mundo faz como a Dona Conceição e volta ao posto de saúde. Milhões de brasileiros que já poderiam ter tomado a dose de reforço ainda não completaram o esquema vacinal, e a carteirinha de vacinação da maioria está atrasada em mais de 30 dias.

Segundo o levantamento da Fiocruz, são quase 12 milhões de atrasados. Por causa dos problemas no sistema do Ministério da Saúde, os pesquisadores fizeram as contas com base nos dados disponíveis até o começo deste mês.

“É bastante provável que esse número seja maior do que o que a gente está registrando até o momento. Esse era o panorama do dia 7. De lá para cá, nós não sabemos. Eventualmente, pode até ter havido uma melhora e as pessoas terem comparecido mais, mas essa é uma situação complicada em plena pandemia, em pleno risco da chegada de uma variante agressiva como a ômicron, a gente estar nesse apagão de dados”, destaca Manoel Barral, pesquisador da Fiocruz.

Related Articles