FGV: Índice de Custo da Construção sobe 14,03% em 2021

- Publicidade -

O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) fechou 2021 com alta de 14,03%, segundo divulgou nesta quinta-feira (23) o Instituto Brasileiro de Economia (FGV/Ibre). O valor está acima da variação de 8,66% ocorrida no ano passado e também deve superar a média da inflação do país, medida pelo IPCA/IBGE, que deve ficar pouco acima de 10% no ano todo.

A aceleração de preços em 2021 decorre do preço de materiais, equipamentos e serviços, que subiram 21,45% entre janeiro e dezembro. O grupo mão de obra variou apenas 6,95%. Dentro do primeiro grupo, materiais e equipamentos elevaram os preços em 24,37%, enquanto serviços tiveram reajustes de 8,61%.

No mês, o INCC variou 0,3%, valor menor do que a taxa de 0,71% de movembro. O índice relativo a materiais, equipamentos e serviços passou de 1,11% em novembro para 0,49% em dezembro. Já o custo de mão de obra variou 0,10% em dezembro, contra 0,28% no mês passado. Seis capitais apresentaram variações menores, entre elas Salvador -saiu de 0,44% para 0,11%. Apenas Porto Alegre registrou uma taxa maior.

Related Articles