Fachin afirma que vai criar grupo de diversidade quando assumir TSE

- Publicidade -

Perto de assumir a presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Edson Fachin afirmou à CNN que vai criar um núcleo de diversidade para aumentar a participação de negros, mulheres, indígenas e da população carente nas eleições – tanto como candidatos quanto como eleitores.

“Há grupos de pessoas que não podem ser invisibilidades do processo eleitoral”, afirmou à CNN.

A formalização de Fachin à presidência da Justiça Eleitoral está marcada para semana que vem. Ele vai suceder o ministro Luís Roberto Barroso, atual presidente do TSE, em fevereiro de 2022.

- Publicidade -

Por CNN Brasil 

Related Articles