Mais de mil famílias de Tarauacá que recebiam o Auxílio Emergencial ficam de fora do Auxílio Brasil

- Publicidade -

Os pagamentos do Auxílio Brasil começaram na quarta-feira (17), por isso, o Governo Federal encerrou o programa Auxílio Emergencial, criado no início da pandemia, onde famílias em situação de vulnerabilidade chegaram a receber R$ 1.200 mensais.

Com o fim do Auxílio Emergencial, cerca de 79 mil famílias acreanas vão ficar sem renda, de acordo com denúncia feita deputado federal Leo de Brito (PT/AC) na Câmara dos Deputados.

Em Tarauacá cerca de 1.368 famílias foram excluídas como mostra os dados.

- Publicidade -

“Com o fim desses dois benefícios, foram excluídos 22 milhões de famílias no Brasil e no Acre essas quase 79 mil famílias. Quero saber como que vão ficar essas pessoas que não terão renda nenhuma graças à criação do Auxílio Brasil, que é um programa eleitoreiro, que está trazendo exclusão para o povo do Acre e dos demais Estados do Brasil”, disse Brito.

Com informações do deputado federal Leo de Brito.

Por Gilson Amorim, Extra do Acre.

Related Articles