General Santos Cruz se filia ao Podemos em cerimônia ao lado de Moro

- Publicidade -

O Podemos filiou nesta quinta-feira (25) o ex-ministro da Secretaria do Governo e general da reserva do Exército Brasileiro, Carlos Alberto dos Santos Cruz, em uma cerimônia que contou com a presença de Sergio Moro, também recém-chegado ao partido e possível pré-candidato da legenda à Presidência em 2022.

Tanto Moro quanto Santos Cruz são ex-ministros do governo de Jair Bolsonaro (sem partido) e ambos têm feito críticas públicas à gestão. O militar participou do evento de filiação do ex-juiz ao Podemos e defendeu sua candidatura à presidência.

Ao apresentar Santos Cruz, Moro destacou que o general é da reserva e não da ativa do Exército. Segundo apuração da CNN, o general pretende pleitear por uma vaga no Senado Federal.

- Publicidade -

No discurso de filiação, Santos Cruz afirmou que tinha sido procurado por outras legendas, mas que decidiu escolher o Podemos devido à filiação de Moro.

O general justificou a entrada na política partidária como “a única ferramenta para mudar a realidade, aquilo que se acha problemático para a sociedade”. Ele criticou o que chamou de “extremismo” na política atual e disse que o Brasil deveria “repudiar o fanatismo que estamos assistindo”.

“O Brasil não pode continuar acreditando e procurando por um salvador da pátria”, afirmou o general, que não citou nomes de outros políticos de fora do Podemos em sua declaração.

Também de acordo com informações da CNN, o partido se prepara para anunciar a filiação de Deltan Dallagnol, ex-coordenador da Operação Lava Jato no Ministério Público Federal, que anunciou recentemente sua exoneração do MPF.

Related Articles