Saúde capacita profissionais do Juruá em Políticas de Educação Permanente

- Publicidade -

Em Cruzeiro do Sul, um total de 20 profissionais de todo o Vale do Juruá participam, nos dias 5 e 6, terça e quarta-feira, de uma capacitação voltada a políticas de Educação Permanente em Saúde (EPS), oferecida pelo governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre).

Catiana Rodrigues, coordenadora regional da pasta, fala da importância da oficina, que é um dos caminhos usados pelo governo para melhorar a assistência em saúde na região.

“Precisamos fortalecer ações que levem saúde para as regionais. Se qualificarmos os nossos profissionais, chegarão à população serviços de melhor qualidade, e essa é a meta da Sesacre”, pontuou a gestora.

- Publicidade -

Após o controle da pandemia, o Estado vem intensificando ações que promovam a qualidade da saúde do povo acreano. Neste caso, as equipes esperam colher, ao fim dos encontros, frutos como a elaboração de um plano de ação para executar as ideias da EPS, e a implantação da Comissão Permanente de Integração de Ensino e Serviços (Cies)

“Estamos aqui para fortalecer a implementação da política nacional de Educação Permanente em Saúde, pois acreditamos que se qualificarmos os servidores, consequentemente vamos melhorar a assistência e as práticas destinadas aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS)”, declarou Taynana Soares Félix, técnica do Departamento de Ensino e Pesquisa da Sesacre.

Na pauta, as principais discussões são voltadas à importância da Cies na região do Juruá, à necessidade de elaboração de estatuto voltado ao tema, ao uso de metodologias ativas nos processos educacionais no trabalho em saúde, além da elaboração do plano de ação de EPS.

O gerente da Atenção Básica em Saúde de Cruzeiro do Sul, Lindomar Ferreira da Silva, vê como proveitosa a iniciativa. “É uma atualização do trabalho que realizamos em nossas áreas técnicas. Com isso, crescemos profissionalmente e o maior beneficiado é o usuário do sistema de saúde”, ponderou.

A ação conta com a parceria da Universidade Federal do Acre (Ufac), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial  (Senac), Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos (Itpac) e do Centro Universitário Claretiano, que são instituições que desenvolvem o trabalho de qualificar a mão de obra no município.

Por Agência De Notícias do Acre

Related Articles