Líder do B13 e ‘soldados’ com fuzil de guerra são presos na Baixada da Sobral

- Publicidade -

Por Davi Sahid, AC24HORAS.COM

Uma ação dos Policiais Militares do 1° e 2° Batalhão juntamente com Policiais Civis da 2ª DRPC, resultou não prisão de um líder da facção Bonde dos 13, William Borges, de 28 anos e mais três faccionados na noite desta sexta-feira, 01, pelo crime de porte ilegal de arma de fogo e organização criminosa. As prisões aconteceram na travessa Beija-flor, no bairro Plácido de Castro, região da Baixada da Sobral, em Rio Branco.

De acordo com a polícia, William já estava sendo investigado por fazer parte da organização criminosa e porte ilegal de arma de fogo. Os policiais se deslocaram até a travessa Beija-flor e encontraram o líder da facção em uma motocicleta, o criminoso ainda tentou fugir, mas foi abordado.

- Publicidade -

‘Os soldados’ de Wiliam ao verem o líder sendo preso, correram para dentro de uma residência de outro faccionado na tentativa de fugir e os três criminosos foram detidos. Durante uma entrevista com William, o líder da organização criminosa confessou que na casa onde estavam seus “soldados”, havia um fuzil calibre 762 de fabricação da Tchecoslováquia, com 3 munições do calibre 762 intactos, enrolado em um pano dentro do sofá. Foi feito a busca e a arma de guerra foi encontrada.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão e os faccionários foram encaminhados à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos.

Related Articles