Ex-presidente da Assembleia de RR é preso por acusação de sequestrar jornalista

- Publicidade -

Por Henrique Rodrigues, Revista Fórum

O deputado estadual de Roraima Jalser Renier (Solidariedade), que foi presidente da Assembleia Legislativa do estado até janeiro deste ano, foi preso nesta sexta-feira (1°) sob a acusação de ser o mandante do sequestro do jornalista da TV Imperial, afiliada da Record TV, Romano dos Anjos, apresentador do programa Mete Bronca, em outubro de 2020.

Segundo a ordem expedida pela juíza convocada Graciete Sotto Mayor Ribeiro, do Tribunal de Justiça de Roraima, Jalser teria sido o mentor do crime. Ele é acusado também de associação criminosa e tortura. Para que o deputado estadual permaneça preso, conforme a determinação judicial, uma votação em plenário, com a participação de todos os membros da Assembleia Legislativa, terá que decidir nesse sentido, já que ele tem imunidade parlamentar.

- Publicidade -

Após uma intensa movimentação policial no escritório político de Jalser nesta tarde, em Boa Vista, que envolveu unidades de elite da PM e da Polícia Civil, o acusado finalmente foi detido, após reagir aos gritos à ação, que foi registrada em vídeo por agentes e outras testemunhas que estavam no local no momento da operação batizada de Pulitzer II, em referência ao prêmio jornalístico mais conhecido do mundo.

Relembre o caso

O jornalista Romano dos Anjos foi levado de sua residência, enquanto jantava com esposa, na noite de 26 de outubro do ano passado. Três homens armados colocaram a vítima no veículo da família e tomaram rumo desconhecido. O carro foi encontrado horas depois em chamas, numa rodovia estadual, mas sem qualquer corpo dentro. Romano foi espancado, torturado e teve os dois braços quebrados, sendo deixado numa área de mata amordaçado e vendado pelos criminosos. Ele conseguiu se desamarrar na manhã seguinte e pedir socorro.

Related Articles