Em Tarauacá,  Secretária  de Cultura é  acusada  de perseguir dono de banquinha  de lanhce; outros comerciantes  vendem sobre as calçadas  e Prefeitura  não toma providência

- Publicidade -

 

O pai de família e vendedor de lanche , Gabriel,  acusa a Secretária Municipal  de Cultura de Tarauacá,  Geania Abreu, de perseguição. Segundo ele, a mando da secretária , a polícia  já lhe expulsou duas vezes do espaço  público. Causando transtorno e humilhação. Além disso,  sem vender seu lanche, faltará alimento à mesa da família.

- Publicidade -

Gabriel  vende salgado dentro de uma estufa  adaptada numa bicicleta. Mas depois  ganhou uma banca e colocou lá na praça do centro,  para faturar mais devido o festival do Abacaxi. Foi expulso  de lá.

Banca do Gabriel, na calçada do Edson da Pua. De onde a polícia expulsou pela segunda vez.

Então, ele se mudou para a calçada ao lado da casa do Senhor Edson da Pua, próximo ao lanche da Hiolanda. Foi expulso  novamente. 

Apesar  do rigoroso  tratamento  contra o vendedor Gabriel,  a Prefeitura  de Tarauacá se omite diante de outros donos de banca ,da  Gazim e de vendedores de roupas da rua do comércio. Basta ver as fotos.

Aguardamos o esclarecimento  da secretária. O espaço  está reservado.  

Rua do Comércio
Produtos da Gazim sobre as calçadas

Related Articles