No Acre, autoridades  do IMAC  fecham os olhos  diante de tantas queimadas  ao longo da BR-364 e crimes ambientais viram rotinas  

- Publicidade -

É  assustor o número  de queimas as margens  da rodovia  federal,  BR-364,  no trecho  de Cruzeiro  do Sul a Tarauacá-  média de 250 km de estrada. São  inúmeros roçados e pastos queimados ou que estão queimando. O fumaceiro  toma conta do cenário celeste, apesar  de dois decretos proibindo ações do tipo, um do governo  federal  e outro estadual.

O presidente  Jair Messias Bolsonaro  e o governador Gladson Cameli  proibibiram queimadas no país,  até o mês de novembro,  respectivamente. Contudo,  os moradores  que vivem ao longo da BR-364,  muitos deles em área de proteção  ambiental,  igoram as medidas. O pior é  o IMAC fechar os olhos diante de um  cenário  assustador. 

Related Articles