Em Jordão,  Estado demite professores  e deixa centenas de estudantes  sem aulas 

- Publicidade -

A Secretaria  de Estado de Educação  demitiu sumariamente  mais de dez professores  do município  de Jordão, e com isso,  centenas de educandos da rede estadual  das escolas Jairo  de Figueiredo  Melo ( Ensino Fundamental II  e Médio ) e Manoel Rodrigues de Farias ( Fundamental I) ficaram sem aulas. 

Os educadores  tinham  sido contratados  por meio de um seletivo. Contudo,  após assinar o contrato,  o Estado alegou que os docentes  não poderiam exercer  o cargo por ter outros vínculos, embora, esses professores  tenham pedido afastamento  dos cargos que antes ocupavam  para lecionar . 

Com a decisão,  falta professores para dar aula, aliás,  não há sequer previsão de novas contratações. 

- Publicidade -

Após  a decisão,  a direção  da Escola  Jairo Figueiredo  de Melo, o colégio  mais afetado,  suspendeu as aulas remotas.  Além disso,  emitiu nota de agradecimento  aos docentes  demitidos pelo governo  Gladson Cameli. 

Related Articles