Para Nicolau Júnior, PP não tem como ter “chapa pura” e deve abrir mão de vice e Senado em 2022

- Publicidade -

Por Lucas Vitor, ac24horas.com 

O deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), Nicolau Junior (Progressistas), afirmou em entrevista ao Boa Conversa na noite desta segunda-feira, 19, que o governador Gladson Cameli (Progressistas) terá que abrir a sua chapa para os demais partidos visando a sua reeleição em 2022.

Nicolau Júnior foi categórico ao afirmar que o Progressistas não terá como segurar as vagas de vice e do Senado em 2022. Para o deputado, as pesquisas eleitorais é que irão nortear a escolha da candidatura ao Senado e a questão do vice da chapa de Cameli terá que ser alguém de extrema confiança.

- Publicidade -

“Temos a candidatura da Mailza que é do PP e tem outros candidatos que estão buscando essa candidatura em 22 e a questão do vice também, mas vai ter que ter as composições políticas. Não tem como o PP ficar com isso tudo e vamos ter que ceder pra fazer a composição e um dos fatores principais vão ser as pesquisas que vai nortear as escolhas. Eu acho muito complicado um partido conseguir segurar a vice e o senado porque são dois cargos que geralmente se faz composições visando uma aliança política, mas a política é conversar. O Gladson é um cara muito habilidoso e todos esses que estão pleiteando esses cargos estavam com ele em 2018. Eu acho que a base de tudo será as pesquisas, o que não tiver condição a senador vai a federal e a questão do vice tem que ser alguém de confiança”, afirmou.

Confira Aqui Entrevista 

Related Articles