Dois anos após assassinato de ator, Paulo Cupertino, procurado pela Interpol e nº 1 na lista de criminosos mais perigosos de SP, segue foragido

Por Kleber Tomaz, G1 SP — São Paulo

Incluído na Difusão Vermelha da Interpol e o primeiro nome da lista dos criminosos mais perigosos e procurados de São Paulo, o réu Paulo Cupertino Matias segue foragido após ser acusado de matar o ator Rafael Miguel e a família dele há dois anos, em 9 de junho de 2019.

De acordo com o Ministério Público (MP), o empresário assassinou a família porque não aceitava o namoro de Isabela Tibcherani, a sua filha de 18 anos à época, com o artista. Vídeos gravados por câmeras de segurança mostram o momento em que ele atira 13 vezes em Rafael, que tinha 22 anos, e nos pais do ator: João Alcisio Miguel, de 52, e a mãe Miriam Selma Miguel, 50.

Cupertino é acusado de triplo homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa das vítimas. Ele, que atualmente tem 50 anos, nunca constituiu um advogado para defendê-lo. O processo está em segredo de Justiça, mas o G1 apurou que a primeira audiência de instrução do caso foi marcada para o dia 30 de agosto na 1ª Vara do Júri no Fórum da Barra Funda, Zona Oeste de São Paulo. Além do empresário, dois amigos dele são réus no mesmo caso por terem ajudado o assassino a fugir.

assassinato foi cometido na frente da casa onde Isabela morava com a mãe, no bairro da Pedreira, Zona Sul da capital paulista. As duas não foram baleadas por Cupertino e sobreviveram. O empresário fugiu.

Listas de procurados

 

O nome, dados e fotos de Cupertino não aparecem publicamente na lista de criminosos mais procurados pela Interpol, também conhecida como Organização Internacional de Polícia Criminal. Ela tem a função de buscar mecanismos de cooperação entre as polícias no mundo para prender acusados de crimes que possam ter fugido para outros países.

Apesar disso, segundo fontes do G1, o empresário está incluído na Difusão Vermelha do órgão. Em outras palavras, há um mandado de prisão contra ele para ser cumprido em qualquer outro país.

Já no site da Polícia Civil paulista, Cupertino aparece como o primeiro nome da página onde estão os 17 criminosos mais procurados pelas forças de segurança do estado. Não há pagamento em dinheiro como recompensa para quem tiver informações sobre o paradeiro de Cupertino.

As denúncias sobre os lugares onde o assassino possa ter se escondido são feitas ao Disque Denúncia pelo número de telefone 181 e na internet, no Web Denúncia. Não é preciso se identificar.

Related Articles