Deputado pede à CPI da Covid prisão de Onyx e Élcio Franco

- Publicidade -

Por Plínio Aguiar,  R7 

deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) solicitou, nesta quinta-feira (24) à CPI da Covid a prisão do ministro Onyx Lorenzoni (Secretaria-Geral da Presidência) e do assessor Élcio Franco (Casa Civil).

“Fui vítima, juntamente com meu irmão, de ameaças proferidas por ministro de Estado Onyx Lorenzoni e Antônio Élcio Franco Filho, que contaram com o apoio de todo o aparato estatal da Presidência da República e prometeram utilizar todos os órgãos que supõem estar ao seu alcance, para prejudicar a mim e meu irmão”, diz o documento, assinado por Miranda.

- Publicidade -

Para o parlamentar, a utilização de termos como “vai pagar na justiça”, “que Deus tenha pena do senhor”, “trair o presidente Jair Bolsonaro”, “traiu o Brasil”, “se junta a todo mal que há na política brasileira”, tem o objetivo de amedrontar e ameaças as testemunhas na véspera de seu depoimento, marcado para esta sexta-feira (25).

Miranda pede ainda a determinação da CPI da Covid para que a PGR (Procuradoria-Geral da República) apure os autores da ameaça.

Related Articles