Com salários em queda, inflação em Rio Branco é a maior do Brasil

- Publicidade -

O IBGE publicou na semana passada que a inflação oficial no País, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), subiu 0,83% em maio de 2021, na comparação com abril, a maior taxa para o mês desde 1996, quando atingiu 1,22%. O índice acumula alta de 3,22% no ano e de 8,06% nos últimos 12 meses. Para o Acre, medido pelo indicador de Rio Branco, a taxa foi de 0,93%, 0,10 ponto percentual (p.p.) acima da taxa do Brasil. O acumulado no ano da capital acreana ficou em 4,42% (37,3% acima da taxa Brasil), e o dos últimos 12 meses, de 11,43% (41,8% acima da taxa Brasil). Com o resultado, Rio Branco é a localidade, dentre todas as regiões metropolitanas e municípios pesquisados pelo IBGE, com a maior inflação, tanto no acumulado no ano, como nos últimos 12 meses. Nosso objetivo de hoje é desvendar quais grupos ou produtos que estão influenciando a alta dos preços na capital do Acre.

 

A definição mais simples de inflação é um aumento no nível geral de preços em uma economia, sustentado ao longo do tempo. É importante ressaltar duas palavras dessa definição: geral e sustentado. O geral significa que não estamos falando de um aumento de preços de apenas um bem ou serviço, mas de produtos e serviços por toda a economia. Sustentado significa que a inflação não é um aumento ocasional, mas algo mais persistente.

- Publicidade -

 

Por Ac24horas

Related Articles