Brasil recebe 2º lote com vacinas da Johnson doadas pelos EUA

- Publicidade -

Desembarcou no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), na manhã deste sábado (26) o segundo lote com vacinas da Johnson & Johnson doadas pelos Estados Unidos. Com as novas 942 doses do imunizante, a doação soma 3 milhões de doses. O primeiro lote chegou ao Brasil na sexta-feira (25).

O governo norte-americano, que prometeu repassar de graça 80 milhões de vacinas contra o coronavírus aos países que mais precisam, afirmou que equipes científicas e autoridades legais e regulatórias de ambas as nações trabalharam juntas para garantir a entrega rápida das doses.

De acordo com o MInistério da Saúde, trata-se da maior doação de vacinas contra a covid-19 dos Estados Unidos para um país até o momento. A pasta atribui a doação ao “trabalho em conjunto entre os ministérios da Saúde, das Relações Exteriores e a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil”.

- Publicidade -

A primeira remessa do imunizante, com 1,5 milhão de doses, chegou ao Brasil na terça-feira, após um contrato firmado entre o governo e a farmacêutica que prevê 38 milhões de vacinas. A principal vantagem do imunizante é que a aplicação é de dose única, não requer uma segunda dose para ser eficaz contra a covid-19.

Após as entregas, as vacinas da Johnson começaram a ser aplicadas nesta sexta-feira (25), em moradores de São Caetano do Sul, na Grande São Paulo. As doses serão aplicadas em moradores de 44 e 45 anos que queiram participar do programa de acesso expandido da vacina. Serão aplicadas 824 doses até o dia 2 de julho.

Por R7

Related Articles