Zidane acena para adeus no Real Madrid: “Há momentos em que tem que ir para o bem de todos”

Em sua penúltima entrevista coletiva em 2020/21, o técnico Zinedine Zidane deixou no ar uma possível despedida do Real Madrid ao fim da temporada. O comandante conversou com a imprensa na véspera do confronto contra o Athletic de Bilbao e, em meio à disputa pelo título espanhol, foi questionado sobre seu futuro no clube. E, apesar de dizer que “tudo pode acontecer”, acenou para um adeus com sua declaração.

 É muito chata esta resposta. A verdade é que faltam dois jogos. Não sei o que vai acontecer, pode acontecer de tudo. Isto é o Real Madrid. Não me vejo além do dia a dia. Pensam que sairia porque fujo da responsabilidade ou porque as coisas se complicam. Jamais.

Chega um momento em que tem que mudar porque é bom para o todo. Há momentos em que tem que estar, e outros em que tem que ir pelo bem de todos.”
(Zinedine Zidane, técnico do Real Madrid)

Zizou, então, foi perguntado se era mais fácil que ele seguisse como técnico ou o Real Madrid contratasse Mbappé na próxima janela. O francês, com seu jeito sereno, se disse incomodado por ter que usar a mesma resposta mais uma vez.

– É a verdade, não sei o que vai acontecer. Estou aqui, e amanhã vamos jogar, e faltará o último jogo. O resto, não sei, pode acontecer tudo. É o Real Madrid. Minha força é o dia a dia, não me vejo além do dia a dia. Não miro nem passado nem futuro, é o presente.

O treinador disse estar se sentindo bem “como sempre” e minimizou possíveis reclamações de jogadores que foram pouco utilizados no confronto contra o Chelsea, pelas semifinais da Liga dos Campeões. Zizou destacou que procurará focar apenas nos jogos do próprio Real na reta final do Espanhol, embora dependa de ao menos um tropeço do Atlético para chegar ao título.

Perguntado se esta foi a temporada em que conseguiu mostrar maior mérito como técnico, buscando soluções diferentes diante de diversos desfalques, Zizou concordou. E fez questão de exaltar o grupo, se dizendo orgulhoso diante das dificuldades superadas.

Com tudo o que passamos, nunca deixamos de trabalhar. Ao contrário, pensando que se poderia chegar no final ganhando coisas. A palavra é esta, muito orgulhoso de todos os meus jogadores. Estão dando tudo isso, e para o treinador é uma dádiva – pontuou.

O Real Madrid enfrentará o Athletic de Bilbao neste domingo, às 13h30 (de Brasília), em uma rodada com jogos simultâneos no Campeonato Espanhol. O time merengue é o segundo colocado, com 78 pontos, dois atrás do líder Atlético de Madrid, a dois jogos do fim do torneio. Desta forma, o time merengue se vê praticamente obrigado a vencer nesta rodada, já que um tropeço permitirá ao Atleti ser campeão vencendo o Osasuna.

Por Globo Esporte

Related Articles