Jordão: devido à demanda e omissão da Sesacre, Biovale vai suspender exames gratuitos para Hospital da Família; Há  50 dias Sesacre  contratou empresa de Cruzeiro  do Sul, mas serviço  continua  inoperante

- Publicidade -

Os proprietários  do Laboratório  Biovale , único  da cidade de Jordão,  no interior  do Acre, pretende  suspender  a realização  de exames gratuitos  ao Hospital da Família  Dr. Márcio Rogério Camargo.

Mesmo com a negativa  do governo estadual de contratar os serviços da empresa local, alegando  que o preço era elevado, ainda assim , há  cerca   de três  meses  o empresário e biomédico  Anderson  Paiva  realiza os exames  de forma gratuita , para pacientes  internados  no hospital. Mediante a solicitação  dos médicos. 

Jordão: Gerente do Hospital da Família agradece proprietário do Laboratório Biovale

- Publicidade -

A Secretaria Estadual de Saúde  contratou  uma empresa  de Cruzeiro  do Sul, cidade do Vale do Juruá. O preço  dos exames são  em média  40% mais caro dos que são  feitos pelo Biovale,  entretanto, isso não impediu a Sesacre  de pegar carona numa licitação  da Prefeitura  de Porto Walter,  onde essa empresa  também opera.

Contudo, após 50 dias da contração do laboratório de Cruzeiro  do Sul, nenhum exame foi realizado  como previsto em contrato. Nesse período,  os casos de covid-19  aumentaram em Jordão  e a demanda do aboratório local ( Biovale) também.  Desse modo, o empresário  garante que não pode mais ajudar o Estado devido o aumento de solicitações.

Um dos itens do contrato  da Sesacre  com o laboratório  é  a realização  de exames de covid-19,  pelo valor de 250 reais. Mas nada disso está  sendo feito. No Biovale,  o exame é  feito pelo de 180 reais. 

Com isso, podemos deduzir  que a gestão da Sesacre  é omissa com a população  de Jordão. Em média  , são registrados  26 casos diários de covid-19. 

Precisa morrer alguém para o governo  agir ? 

Related Articles