CPI da Covid tem segundo dia de depoimento de Pazuello;

CPI da Covid volta a ouvir nesta quinta-feira (20) o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello. Ele sentiu-se mal na sessão de quarta-feira (19) e a oitiva acabou sendo adiada pelo presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM).

Vinte e quatro senadores estão inscritos para fazer perguntas a Pazuello. A comissão apura ações equivocadas e omissões dos governos federal, estaduais e municipais durante o combate à covid-19 no país.

Após ter seu depoimento suspenso após sete horas de sessão, o general da ativa do Exército voltará nesta quinta-feira (20) à CPI da Covid para terminar de responder as perguntas dos senadores.

Pazuello respondeu a todos os questionamentos blindando o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de responsabilidade em qualquer erro durante a pandemia.

O ministro também negou as principais acusações contra sua gestão, como a de que a pasta teria ignorado ofertas da Pfizer por meses e que houve omissão do governo federal no colapso hospitalar de Manaus

A reunião de quarta-feira foi interrompida inicialmente por causa das votações no plenário do Senado. No retorno dos parlamentares, constatou-se que Pazuello havia passado mal e teve de ser atendido por Otto Alencar (PSD-BA), senador que também é médico.

Por R7

Related Articles