A esperança de um candidato nem Lula nem Bolsonaro está viva

Por Ricardo Noblat , Metrópoles

A chapa esquentou para o presidente Jair Bolsonaro com a divulgação da nova pesquisa do Instituto IDEIA Big Data, que ouviu por telefone 1.200 pessoas em todo o país entre os últimos dias 19 e 20. Lula tem 45% das intenções de voto contra 37% de Bolsonaro em um eventual segundo turno se a eleição fosse hoje.

Lula aumentou a diferença sobre Bolsonaro e consolidou-se na liderança. Há um mês, ele tinha 40% das intenções de voto, e Bolsonaro 38%. Foi a primeira vez que apareceu na frente. A avaliação do governo está no pior momento desde que Bolsonaro tomou posse em janeiro de 2019.

Os brasileiros que consideram o governo ruim ou péssimo somam 50% há dois meses, oscilando apenas dentro da margem de erro, que é de três pontos percentuais para mais ou para menos. Os que avaliam o governo ótimo e bom são 24%, e os que consideram regular, 22%. Nesta semana, Lula anunciou que será candidato.

Por região, Lula vence Bolsonaro no Sudeste (47% a 38%), e no Nordeste (50% a 35%). A situação se inverte, com o presidente em primeiro lugar, no Norte (64% a 25%), no Sul (45% a 26%), e no Centro-Oeste (42% a 34%). O Sudeste concentra a maior parte do eleitorado brasileiro, daí a vantagem de Lula.

Related Articles