Prefeitura de Rio Branco e Energisa entregam refrigeradores para famílias atingidas pela alagação

- Publicidade -

 

O prefeito Tião Bocalom entregou nesta quinta-feira, 1º, no bairro da Paz, geladeiras para famílias que foram atingidas pela cheia em Rio Branco. A ação é resultado de uma parceria solicitada pelo gestor junto ao Grupo Energisa. Serão contemplados 72 moradores dos bairros da Paz, Conquista, Hélio Melo e Loteamento Amapá. 

- Publicidade -

Há mais de 10 anos com a mesma geladeira em condições precárias de uso, a moradora do bairro da Paz, Lúcia Ferreira Lima, não cabia em si de tanta felicidade por poder trocar o eletrodoméstico antigo por um novo. “A geladeira nova é muito importante e vai ajudar muito. A outra estava desgastada. Obrigada prefeito”, disse Lúcia.

A reação da dona de casa é semelhante a de outras pessoas na Travessa Sabiá, que estão tendo a chance de trocar o eletrodoméstico antigo. “Obrigado ao prefeito Bocalom e Energisa. A alagação trouxe tantas perdas, mas o prefeito nos trouxe essa felicidade”, comentou.

Pedro Henrique Melo Costa, especialista em eficiência energética do Grupo Energisa, pontuou que a parceria se deu no âmbito do Programa de Eficiência Energética, desenvolvido pela Energisa com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e tem por finalidade atender famílias de comunidades e bairros em vulnerabilidade socioeconômica. “Em Rio Branco foi intensificado por conta dos alagamentos. Destinamos 72 unidades para a capital por ter sido uma das mais atingidas”, observou.

“Essa é mais uma ação da Prefeitura de Rio Branco. Com apoio do Grupo Energisa estamos recompensando um pouco do sofrimento que as pessoas tiveram com a enchente. O bairro da Paz foi muito atingido. A Secretaria de Planejamento (Seplan) fez contato com a Energisa, que já faz essa ação há bastante tempo, e agora com esse novo componente, a alagação, a empresa está ajudando com mais uma grande ação”, destacou Bocalom.

O prefeito ressaltou que a distribuição de cestas básicas, limpeza e outros ações foram ofertadas pela prefeitura, como medidas emergenciais para as pessoas atingidas pela cheia. “Estamos sensibilizados com tudo isso. As tratativas para a construção de habitação para tirar as pessoas da região alagadiça estão avançando”, disse Tião Bocalom.

Por Assessoria

Related Articles