segunda-feira, abril 12, 2021

Parcelas de casas populares que devem ser construídas será entre R$ 80 e R$ 100

Por Saimo Martins


O prefeito Tião Bocalom (Progressistas), conseguiu em Brasília, apoio do senador Márcio Bittar (MDB), para construção de mil casas populares em Rio Branco, cujo objetivo é ajudar as famílias atingidas anualmente pelas cheias dos igarapés.

A boa notícia, é que as pessoas que vierem a ser beneficiadas pelas casas populares, deverão pagar parcelas mínimas. “Na reunião com representantes da Caixa Econômica eu falei que as pessoas são pobres e não tem condições de pagar parcelas altas, não dá, eles não vão pagar, daí eles disseram que ficaria em parcela entre R$ 80 à R$ 100”, declarou o gestor municipal.

De acordo com Bocalom, as casas devem ser construídas pelo Ministério do Desenvolvimento Social, com apoio financeiro da Caixa Econômica Federal. A intenção é fazer as mil unidades habitacionais até o fim de 2022.

“A prefeitura vai usar o fundo municipal de habitação da prefeitura de Rio Branco para atuar nessa situação em que as pessoas não conseguem crédito junto a Caixa Econômica”, explicou Bocalom.

Popular