No DNIT, Jenilson e vereadora de Brasileia Neiva Badotti buscam soluções para diminuir acidentes na rotatória do hospital Brasileia

 

O deputado estadual Jenilson Leite ( PSB) e a vereadora Neiva Badotti (PSB), do município de Brasileia, participaram de uma reunião com o superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), no Acre, Carlos Henrique de Assis Moraes, para tratar sobre a viabilização de sinalização e a implantação de uma lombada eletrônica na entrada do Hospital Regional de Brasileia, na fronteira do Brasil com a Bolívia.

Reunião no DNIT Acre. Foto: Jardy Lopes

A vereadora já tinha encaminhado uma indicação ao DNIT para que seja providenciado. Contudo, para reforçar o pedido, ela foi ao superintendente do órgão no Acre, Carlos Henrique, acompanhada do deputado Jenilson Leite pleitear que a execução da sua indicação.

Segundo a vereadora, existe um tráfego intenso de veículos no local, com grande parte dos condutores dirigindo acima da velocidade permitida, ou seja, pondo a vida dos demais em risco. O que demonstra a importância do seu pedido.

Foto: Jardy Lopes

Já o deputado Jenilson Leite, entregou o requerimento de sua autoria aprovada na Aleac, nas mãos do superintendente, que faz o convite para uma reunião, na plataforma on-line da Assembleia Legislativa do Estado do Acre, com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) e Governo do Estado do Acre, para que apresentem uma previsão dos serviços de reparação a serem executados na BR 364 em 2021 e 2022, com prazo, prioridade e outras informações pertinentes, uma vez que os trechos não estão em boas condições de trafegabilidade.

Jenilson enfatizou ao gestor que a BR-364 corresponde a 60% da malha viária pela qual o DNIT é responsável no Acre e a que apresenta maior degradação. ” Os problemas tem se agravado muito nos últimos tempos.
No dia 17 de fevereiro de 2021, o Igarapé Cajazeira, represado pelo Rio Caeté, transbordou entre Sena Madureira e Manoel Urbano, passando cerca de um metro em cima da rodovia e interrompendo o tráfego por quase uma semana. A cabeceira da ponte sobre o Rio Tarauacá também apresenta uma grande erosão. Nas duas situações, o DNIT resolveu o problema com pedras, de forma superficial.
Portanto, é necessário que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) e Governo do Estado do Acre, apresentem uma previsão dos serviços de reparação a serem executados na BR 364 em 2021 e 2022″, diz o deputado.

Ainda na superintendência , Leite que é médico infectologista, fez uma palestra para a equipe do DNIT com orientações sobre a covid e distribuiu máscaras.

Carlos Henrique agradeceu ao deputado pela presença e também pelos esclarecimentos sobre a covid-19. ” Estamos vivendo um dos piores momentos de nossas vidas, por isso essa palestra é muito esclarecedora, trouxe melhores orientações para a gente se proteger. Também estamos trabalhando para poder resolver as demandas da infraestrutura das rodovias”.

O gestor do DNIT Acre informou que em maio, as equipes vão atuar nos pontos mais críticos entre Sena Madureira e Feijó, na BR-364. No tocante a reivindicação da vereadora, Carlos Henrique disse que uma equipe de técnicos do órgão farão um levantamento no local, para que posteriormente possa viabilizar o pedido.

Related Articles