No Dia do Índio prefeitura cria Departamento Indígena Municipal na gestão

 

As comemorações do dia 19 de abril deste ano ocorreram no Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), no Bairro do Remanso. Em virtude da pandemia, a já tradicional festividade que ocorre nesta data na Terra Indígena Katukina do rio Campinas, com o apoio e presença da prefeitura, neste ano, ocorre de maneira apenas interna, somente com a presença dos moradores da Terra Indígena.

No local, reuniram-se na manhã de hoje algumas das principais lideranças do povo Noke Koi (Katukina) com a presença do prefeito Zequinha Lima, do vice-prefeito Henrique Afonso, secretários municipais e suas equipes e vereadores.

Foi proferida uma oração tradicional do povo Noke Koi na língua materna e uma apresentação cultural de canto e dança.

Na ocasião, o prefeito Zequinha Lima anunciou a criação do Departamento Indígena Municipal, que terão atuação nas secretarias de articulação política, turismo e produção. Em cada uma das secretarias será lotado um indígena Noke Koi para auxiliar na elaboração de políticas públicas municipais adequadas ás necessidades e anseios dos indígenas de Cruzeiro do Sul.

“Para mim é motivo de muita alegria, nossa amizade de muitos anos. Com esse gesto de criar esse departamento indígena, o prefeito Zequinha demonstra vontade de contribuir, e assim também poderemos dar nossa contribuição”, disse Petrônio Katukina, cacique geral do povo Noke Koi.

“Estamos muito felizes em participar da gestão. Já sofremos muito preconceito através dos nossos inimigos dizendo que nós indígenas não ajudamos na economia do nosso município. Nosso objetivo agora é pensarmos projetos para que a nossa produção possa também abastecer o mercado de Cruzeiro do Sul. Por isso teremos um representante nosso nessa secretaria. Também queremos fortalecer o turismo e nossa cultura, para levar nosso conhecimento mundo afora”, disse Adriano Katukina, que assume a articulação política indígena.

No setor de produção, a prefeitura planeja apoiar a retomada da piscicultura na TI Katukina.

“Temos uma demanda da piscicultura. Estamos nos organizando para fazer esse trabalho tão logo a pandemia recue”, disse o secretário de agricultura, pesca e abastecimento Elenildo Souza.

Para a secretaria municipal de turismo, Gleiciane Cruz, o etnoturismo será uma das grandes apostas da gestão para o desenvolvimento regional.

“O etnoturismo é muito importante para o desenvolvimento de Cruzeiro do Sul, com a criação desse departamento, vai estar fortalecendo essa questão indígena tanto na parte do turismo, como também no artesanato indígena com feiras e outras atividades”, disse a secretaria de turismo Gleiciane Cruz.

O secretário municipal de cultura Aldemir Maciel destacou a importância dos investimentos voltados para a área indígena.

“Desde sua criação em 2008, o conselho municipal de cultura tem uma cadeira cativa ao segmento indígena. Acreditamos que os povos indígenas são a essência da nossa identidade, a essência da formação do nosso povo e a gente fica muito feliz em ter hoje os katukina fazendo parte da nossa gestão, de fato e de direito, fazendo parte da formação da cultura do nosso povo”, disse o secretário de cultura Aldemir Maciel.

Para o prefeito Zequinha Lima é essencial a valorização da cultura e da tradição indígena.

“Temos que valorizar e reconhecer a cultura indígena e a gente tem que fazer gestos e nada melhor que o povo katukina que tem uma história muito bonita, um legado muito interessante aqui na nossa região. Se estamos com essa responsabilidade de fomentar o turismo na região nós precisamos da participação e da contribuição, da cultura indígena para que a gente possa transformar Cruzeiro do Sul, e trazer o turista para nossa região, e nada melhor do que a gente abrir o espaço da nossa gestão para que os Katukina possam participar e dar sua parcela de contribuição”, concluiu o prefeito Zequinha Lima.

Related Articles