IMA entrega alimentos, kits de limpeza, higiene e saúde às mulheres de Rio Branco e às lideranças femininas indígenas do Acre

 

Diante do cenário de crise que o Acre enfrenta, devido a pandemia da Covid-19, aumento de desemprego, enchente dos rios e surto de dengue, o Instituto Mulheres da Amazônia (IMA) promoveu uma campanha de arrecadação de donativos, que já beneficiou 125 famílias acreanas.


A campanha contou com o apoio e parceria da Coordenadoria Ecumênica de Serviço, de Salvador, Bahia, (CESE). A ação beneficente foi pensada durante a construção do Festival Boca de Mulher 2021, também promovida pelo instituto.

Até o momento, o Instituto Mulheres da Amazônia já entregou 125 cestas básicas, 100 kits de limpeza, 50 kits de higiene pessoal e outros 50 de saúde. A identificação das mulheres chefe de família foi realizada em parceria com lideranças comunitárias e com o Sindicato de Trabalhadoras Domésticas.

“A campanha realizada pelo IMA ecoou Brasil afora, no auge da pandemia, surto de dengue e alagação em nosso Estado. Com o fundamental apoio da CESE/Bahia, que se juntou aos demais parceiros locais, e ouvindo nosso apelo financiou a compra dos referidos kits”, salientou a presidente do IMA, Concita Maia.

A ação foi de encontro às necessidades de mulheres grávidas, idosas, jovens, lideranças comunitárias e indígenas das aldeias Yawarani e Matrinchã, chefiadas por mulheres caciques, situadas na Terra Indígena Yawanawá do Rio Gregório.

“A equipe do IMA está de coração aquecido de gratidão pela oportunidade de levar apoio às comunidades mais carentes e, sobretudo, pelo sentimento de solidariedade, colocando em prática a empatia, levando conforto, amparo, cidadania e dignidade para essas populações em situação de vulnerabilidade”, frisou Concita, agradecendo a todos, todas e todes que se juntaram ao IMA.

“Nossa mais profunda gratidão, com destaque especial à CESE, pela solidariedade transformada em parceria concreta”, destacou.

Por Maria Meirelles 

Related Articles