Febre amarela foi a causa da morte dos macacos em Plácido de Castro, confirma Instituto Evandro Chagas

- Publicidade -

Por Raimari Cardoso, Ac24horas 

A febre amarela foi a causa da morte dos macacos, em Xapuri, no Acre, confirmou o Instituto Evandro Chagas. Referência em doenças epidemiológica no Brasil. 

De acordo com o Relatório Parcial de Investigação enviado pelo Instituto Evandro Chagas ao Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen), que foi quem enviou a Belém o material biológico coletado pelo Núcleo de Zoonoses, foi detectado que os primatas não-humanos estavam acometidos de febre amarela, como previa a hipótese diagnóstica inicial.

- Publicidade -

Seleucia Nóbrega foi a responsável pela necropsia dos animais, junto com o médico veterinário Everton Arruda, do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (IDAF), procedimento feito no Centro de Controle de Zoonoses de Rio Branco. Ela liderou uma equipe que foi ao local onde os macacos foram vistos agonizando por um morador da região, que fez vídeos do fato.

Atualizado: às 9:16 desta sexta. O site informou no título que era em Xapuri. Na verdade, a ocorrência foi em Plácido de Castro.

Related Articles