domingo, abril 11, 2021

Coronavac é eficaz contra variante brasileira, aponta estudo em Manaus

Um estudo feito com mais de 67 mil profissionais de saúde de Manaus aponta que a vacina Coronavac tem 50% de eficácia contra P.1, variante brasileira do coronavírus identificada pela primeira vez em Manaus.

De acordo com os dados preliminares, a efetividade foi confirmada 14 dias após a primeira dose.

O estudo é realizado pelo grupo Vebra Covid-19, que envolve pesquisadores de instituições nacionais e internacionais e servidores da secretaria de saúde do estado do Amazonas e de São Paulo e da secretária de saúde no município de Manaus e São Paulo. O grupo também tem apoio da Organização Panamericana de Saúde (Opas).

Segundo o médico infectologista Julio Codra, responsável pelo trabalho, foi constatado que a vacina mantém contra a P.1 o mesmo nível de eficácia apontado nos ensaios clínicos.

“É uma tranquilidade. Enquanto a gente tiver a P.1 como variante predominante, o Ministério da Saúde e as secretarias estaduais podem continuar administrando a vacina porque ela vai trazer algum impacto do ponto de vista do controle da doença”, defende.

Popular