domingo, abril 11, 2021

Tarauacá: Polícia Militar prende “membros da gangue dos piratas” pelo furto de animais bovino

A casa caiu literalmente para três membros da gangue dos piratas, na cidade de Tarauacá. Eles foram presos pelo furto de animais na fazenda do empresário Raimundo Damasceno, localizada no seringal Joacir, no alto rio Tarauacá. 

Segundo a PM, os membros da organização tocam o terror nas comunidades rurais, assaltam navegantes e furtam animais (bois) para manter o tráfico na cidade. E a carne é vendida clandestinamente em açougues. 

O empresário Raimundo Damasceno recebeu uma ligação do seu caseiro comunicando o furto de animais e depois foi ao quartel do 7º Batalhão Militar registrar a ocorrência e pedir a ajuda da guarnição. Ele informou aos militares que o seu caseiro tinha ouvido tiros e depois visto três homens baixando com animais.

Após isso, os militares montaram uma campana na margem do rio Tarauacá, no bairro do Ipepaconha. Passando alguns minutos, avistaram um barco e deram ordem de parada.  Os agentes prenderam os três meliantes ( A. R. O, 23 anos; J. F. M. A, S, 25 anos; e R. G. Kaxinawá, 20 anos) pelo furto de animais e posse ilegal de arma de fogo. 

Com os piratas, a PM apreendeu dois bois- pesando cerca de 600 kg cada um -, uma espingarda cal. 16 e munição, dois motores e um barco com toldo. A carne do animal foi entregue ao frigorífico Boi Verde e os homens na delegacia para que a justiça tomem as providências cabíveis.  

Popular