Promotoria de Justiça , Secretaria de Saúde e Policia Militar discutem possível agravamento da crise da covid-19, em Guajará

- Publicidade -

 

O promotor de Justiça do Mistério Público do Amazonas, Dr. Iranilson Ribeiro, junto com o secretário de saúde do município de Guajará Braz Melo, além do subcomandante da PMAM Francisco, discutiram o possível agravamento da crise da covid-19, no município amazonense, vizinho a Cruzeiro do Sul. A reunião ocorreu nesta sexta-feira.

A promotoria acompanha o cronograma de vacinação, a quantidade de dose e quais pessoas foram contempladas. A Promotoria também solicitou os critérios da secretaria de saúde estadual sobre a quantidade de dose destinadad ao município, se foi uma decisão a nível de Estado ou pelo Mistério da Saúde.

- Publicidade -

No momento o município de Guajará se mantém dentro dos níveis aceitáveis em relação a contaminação e internação. Mas a equipe de saúde acompanha atenta para que não possa ocorrer situações semelhantes â Manaus e outros municípios do Estado.

O Subcomandante Francisco disse que a Polícia Militar está vigilante quanto aos decretos do governo em relação ao toque de recolher e medidas de isolamentos. E caso haja desobediência das pessoas, será preciso conduzi-los à delegacia.

O secretário de saúde Braz Melo pediu à população que só saia de casa quando realmente for necessário. Afirmou que o município tem uma estrutura mínima, por isso é preciso o máximo de cuidado. Agradeceu também a parceira com o Ministério Público, Direção do Hospital de Guajará e todos que tem buscado auxiliar. Braz afirma ainda que o município dispõe dos insumos necessários.

Related Articles