quarta-feira, março 3, 2021

Mamata em plena covid-19: Câmara de SP aprova, em definitivo, reajuste de mais de 46% do salário do prefeito, vice e de secretários

Por Zelda Melo e Guilbert Reino, TV Globo

A Câmara de Vereadores de São Paulo aprovou, em segunda e definitiva votação, na tarde desta quarta-feira (23), o aumento de 46,6%, em média, dos salários do prefeito, do vice e dos secretários da capital paulista. Foram 34 votos a favor, 17 contra e 1 abstenção. O projeto agora vai à sanção do prefeito, Bruno Covas (PSDB).

A primeira aprovação havia sido realizada às 12h de segunda-feira (21). O reajuste vale a partir de 2022 e, com isso, sobe o teto do funcionalismo público municipal.

O salário atual do prefeito, que é de R$ 24,175 , passará a cerca de R$ 35.462 – com variação de 46,6%. Já o salário do vice-prefeito terá variação de 47% e dos secretários chega a quase 53% de aumento.

A aprovação recebeu duras críticas de alguns parlamentares, por ter ocorrido na semana de Natal e após um ano de contingenciamento de gastos devido à pandemia de Covid-19.

Em nota, a Câmara de Vereadores informou que o projeto de lei votado trata da correção dos subsídios “do prefeito, vice-prefeito e secretários em patamar abaixo da inflação acumulada no período” dos últimos 8 anos.

“Desde a última correção, em 2012, a inflação acumulada chega a 63,11% pelo IPCA e 100,41% pelo IGP. Importante ressaltar ainda que a correção valerá apenas a partir de janeiro de 2022”, disse a Casa legislativa em nota.

Leandro Matthaus
Leandro Matthaus é graduado em Letras Português pela UFAC, radialista e narrador esportivo. Atuou nos sites Acrenoticias.com, Blog do Kaká, Tarauacá Agora, foi assessor de comunicação da Prefeitura de Tarauacá. No rádio, tem passagens pelas Rádio Nova Era FM 87,9 e Jordão FM 88.5 Cultural. Tem um programa na Rádio Juruá FM 100,9 (Programa Mistura Fina). Além de ser Vascaíno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular