segunda-feira, janeiro 18, 2021

Após 20 jogos, em janeiro termina a aventura do goleiro Bruno Fernandes pelo futebol acreano

A contratação mais polêmica da história do futebol acreano já tem data para terminar. o goleiro Bruno Fernandes chegou ao Acre no final do mês de julho para defender o Rio Branco cercado de expectativa por parte dos torcedores do Estrelão e de muita polêmica. Condenado há mais de 20 anos por homicídio triplamente qualificado de Eliza Samúdio, mãe de seu filho, Bruno enfrentou protestos de grupos feministas logo na sua chegada.

A aposta da diretoria do Rio Branco de que com o tempo os ânimos ficariam mais calmos e o goleiro teria paz para jogar futebol se confirmou. O atleta ainda teve que enfrentar o Ministério Público que pediu à justiça determinasse Bruno usasse tornozeleira eletrônica durante os jogos. Como o uso do equipamento durante as partidas se mostrou inviável, foi permitido a sua retirada antes de cada jogo.

Seis meses após sua chegada, deve chegar ao fim a aventura do goleiro Campeão Brasileiro em 2009 pelo Flamengo e considerado, no auge de sua carreira, um dos melhores na posição no Brasil, em terras acreanas.
O contrato do atleta termina no próximo dia 30 de janeiro e o Rio Branco não tem condições de renovar o vínculo.

Bruno estreou oficialmente pelo Rio Branco no dia 18 de agosto na vitória por 2 a 0 em cima do Náuas pelo returno do Campeonato Estadual. No Acreano, o goleiro disputou 6 jogos e sofreu 5 gols. O Rio Branco perdeu a final do segundo turno para o Galvez que acabou levantando pela primeira vez o título do futebol no estado.

No Campeonato Brasileiro da Série D, foram 14 jogos e 13 gols sofridos. O Rio Branco conseguiu passar da primeira fase, mas no mata-mata acabou eliminado pelo Altos do Piauí.

Bruno, se não é mais o mesmo jogador que um dia foi considerado um dos melhores do Brasil, demonstrou no Acre que ainda tem condições de jogar futebol em bom nível.

Como o contrato termina 10 dias após o início da Copa Verde, é possível que o atleta entre em acordo com a diretoria e deixe o Estrelão antes da competição regional.

Uma grande incógnita é o salário mensal de Bruno. Informação que, dentro do clube, apenas o presidente Neto Alencar é sabedor.

Por Leonidas Badaró, ac24horas.com

Leandro Matthaus
Leandro Matthaus é graduado em Letras Português pela UFAC, radialista e narrador esportivo. Atuou nos sites Acrenoticias.com, Blog do Kaká, Tarauacá Agora, foi assessor de comunicação da Prefeitura de Tarauacá. No rádio, tem passagens pelas Rádio Nova Era FM 87,9 e Jordão FM 88.5 Cultural. Tem um programa na Rádio Juruá FM 100,9 (Programa Mistura Fina). Além de ser Vascaíno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

TARAUACÁ: 104 ANOS DE UM BELA HISTÓRIA

Por Isaac Melo (Blog Alma Acreana) BREVE HISTÓRICO - O século XIX é um século de grandes explorações na Amazônia. Surgem as famosas expedições de...

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

Órgãos federal e estadual recorrem de decisão que impede melhorias no Mais Médicos no Acre

O Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Acre (MP/AC) e a Defensoria Pública da União (DPU), entraram com recurso contra decisão da Justiça...