sábado, janeiro 16, 2021

Jenilson lamenta anúncio da Aneel que aumenta tarifa de energia e pede mobilização da bancada federal

O deputado estadual Jenilson Leite (PSB), o autor da CPI da Energia Elétrica e o responsável no estado por mobilizar os acreanos contra o preço abusivo na conta de energia, lamentou que à Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) tenha reativado as bandeiras tarifárias nas contas de luz e estabeleceu patamar vermelho 2 para o mês de dezembro. Esse é o nível com condições ainda mais custosas para geração de energia. Ou seja, a tarifa sofre acréscimo de R$ 6,243 a cada 100 kWh. (quilowatt-hora) consumidos. “Caros colegas deputados Pedro Longo e Edvaldo, lamento essa decisão da Aneel. Sabemos que a situação do Brasil piorou muito, piorou demais. Antes se reclamava do preço da gasolina, inclusive foi um dos problemas que gerou grandes problemas políticos à presidente Dilma. E a gente tem visto nos últimos tempos que a gasolina aumenta de forma absurda, o óleo de cozinha, o arroz, o feijão, tudo tem aumentado de maneira absurda. A alimentação está cara demais e agora vem o anúncio da energia”,

No sistema atual, que estava suspenso desde maio, na cor verde, não há cobrança de taxa extra, indicando condições favoráveis de geração de energia no país. Na bandeira amarela, a taxa extra é de R$ 1,343 a cada 100 kWh consumidos. Já a bandeira vermelha, pode ser acionada em um dos dois níveis cobrados, dependendo da quantidade de termelétricas acionadas. No primeiro nível, o adicional é de R$ 4,169 a cada 100 kWh. No segundo nível, a cobrança extra é de R$ 6,243 a cada 100 kWh.

O deputado lembrou da luta que liderou para baixar a tarifa no Estado do Acre tão logo a empresa Energisa assumiu o controle acionário da Eletroacre. “ Fizemos essa luta lá atrás e agora entendemos que a nossa representatividade do Acre lá em Brasília, ou seja, os três senadores. Senador Petecão, senador Márcio Bittar, que é o relator do Orçamento da União, e a senadora Mailza Gomes, por isso, precisam ajudar o povo acreano nessa mediação para que o preço da energia não aumente. Pois já tem muita coisa cara, e ainda temos esse aumento da energia. Desse jeito, as pessoas vão deixar de comer, isso é dificultar a sobrevivência das pessoas. A nossa representatividade serve para isso”, pede Jenilson.

Leandro Matthaus
Leandro Matthaus é graduado em Letras Português pela UFAC, radialista e narrador esportivo. Atuou nos sites Acrenoticias.com, Blog do Kaká, Tarauacá Agora, foi assessor de comunicação da Prefeitura de Tarauacá. No rádio, tem passagens pelas Rádio Nova Era FM 87,9 e Jordão FM 88.5 Cultural. Tem um programa na Rádio Juruá FM 100,9 (Programa Mistura Fina). Além de ser Vascaíno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

TARAUACÁ: 104 ANOS DE UM BELA HISTÓRIA

Por Isaac Melo (Blog Alma Acreana) BREVE HISTÓRICO - O século XIX é um século de grandes explorações na Amazônia. Surgem as famosas expedições de...

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

Órgãos federal e estadual recorrem de decisão que impede melhorias no Mais Médicos no Acre

O Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Acre (MP/AC) e a Defensoria Pública da União (DPU), entraram com recurso contra decisão da Justiça...