domingo, janeiro 24, 2021

Na TV, Barroso pede aos eleitores que votem: ‘Não entregue aos outros o seu destino’

Por G1- Brasília 

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, pediu neste sábado (28) aos eleitores das cidades onde haverá segundo turno que não deixem de comparecer às urnas no domingo (29). O apelo foi feito durante pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão.

De acordo com a Corte Eleitoral, haverá segundo turno das eleições para prefeitura em 57 cidades brasileiras. Dessas, 18 são capitais. Pela legislação, precisam ter segundo turno as cidades com mais de 200 mil eleitores em que nenhum dos candidatos tenha obtido maioria absoluta dos votos no primeiro turno.

“Uma vez mais, venho pedir a todos os eleitores: não deixe de votar. Ajude a escrever este segundo e último capítulo das eleições de 2020. Além disso, vote consciente. Você estará decidindo o seu futuro, o futuro dos seus filhos e do seu país. Não entregue aos outros o seu destino”, afirmou Barroso.

O ministro ressaltou que 38 milhões de eleitores estão aptos para votar neste domingo e que mesmo quem não tiver comparecido no primeiro turno poderá votar agora.

Uso de máscara

 

Em seu pronunciamento, o presidente do TSE também pediu aos eleitores que votem com segurança, usando máscara e mantendo distanciamento social, medidas de prevenção contra a Covid-19.

“Votem com segurança. Usem máscara e mantenham distanciamento social para protegerem a si mesmos e aos outros. Em breve, esta pandemia passará, e teremos muitas razões para celebrar a vida e a democracia brasileira”, disse o magistrado.

Sobre a realização do primeiro turno das eleições, em 15 de novembro, o magistrado afirmou que, “no geral, o plano de segurança sanitária criado pelo Tribunal Superior Eleitoral foi observado”.

“Conseguimos harmonizar, com sucesso, democracia e saúde da população. O povo brasileiro está de parabéns. Uma inequívoca demonstração de maturidade, disciplina e sentimento cívico”, declarou.

Barroso lembrou que 113 milhões de eleitores compareceram às urnas no primeiro turno, o que, na avaliação dele, representa um nível de abstenção “relativamente baixo para eleições realizadas em plena pandemia”.

Segundo o TSE, o índice de abstenção no primeiro turno das eleições municipais deste ano foi de 23,14%. Nas duas eleições municipais anteriores, a abstenção no primeiro turno foi de 17,58% em 2016 e de 16,41% em 2012. Na eleição mais recente, a presidencial de 2018, a abstenção no primeiro turno ficou em 20,33%.

O ministro ressaltou ainda que, “na própria noite da data das eleições, os resultados foram divulgados, expressando com fidelidade a vontade do povo brasileiro”.

Na ocasião, um problema técnico provocou lentidão na totalização dos votos e, consequentemente, na divulgação dos resultados, em relação a anos anteriores.

Leandro Matthaus
Leandro Matthaus é graduado em Letras Português pela UFAC, radialista e narrador esportivo. Atuou nos sites Acrenoticias.com, Blog do Kaká, Tarauacá Agora, foi assessor de comunicação da Prefeitura de Tarauacá. No rádio, tem passagens pelas Rádio Nova Era FM 87,9 e Jordão FM 88.5 Cultural. Tem um programa na Rádio Juruá FM 100,9 (Programa Mistura Fina). Além de ser Vascaíno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

TARAUACÁ: 104 ANOS DE UM BELA HISTÓRIA

Por Isaac Melo (Blog Alma Acreana) BREVE HISTÓRICO - O século XIX é um século de grandes explorações na Amazônia. Surgem as famosas expedições de...

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

Órgãos federal e estadual recorrem de decisão que impede melhorias no Mais Médicos no Acre

O Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Acre (MP/AC) e a Defensoria Pública da União (DPU), entraram com recurso contra decisão da Justiça...