segunda-feira, abril 12, 2021

Na gestão de Maria Oliveira, Prefeitura de Ipixuna gastou quase seis milhões em combustível nos últimos dois anos

A gestão de Maria Oliveira ( PSDB ) de Ipixuna  gastou mais com a aquisição de  combustível do  que com qualquer outro item compro na administração nos seus quatro anos do seu governo. Nos últimos dois anos ( 2019/20), a prefeitura já comprou mais de 5,5 milhões de reais em combustível. O que daria para ir e voltar no mínimo duas vezes ao Japão de barco saindo de Ipixuna, cidade que a família governa há décadas. 

Pregão eletrônico de 2019 e 2020 vencido pela empresa ESTRELA DE IPIXUNA COMERCIO DE COMBUSTIVEIS EIRELI

O mais impressionante dessa história é que a empresa (  Estrela de Ipixuna comércio de combustível Eireli)  que  venceu os dois pregões milionários foi criado em 2018, já no segundo ano da gestão da tucana. 

Vendas de gêneros alimentícios pela J.J.G . Correria de Oliveira é menor que a venda de combustível.

 

Para se ter uma ideia , a gestão de Maria comprou menos de 5 milhões em gêneros alimentícios nos quase 4 anos de gestão. Já de combustível, foram quase 6 milhões. Parece que tudo gira em torno de petróleo.  O impressionante em Ipixuna é que os pregões são vencidos sempre pelas mesmas empresas. Raras excessões uma outra vence. Por exemplo, a J.J. G. Correia de Oliveira- ME empresa com uma capital de 100 mil reais, já faturou 4,9 milhões com a vendas de gêneros alimentícios  desde 2017. Praticamente todos as disputas de licitação nessa área foi vencida por essa empresa.  

Material de expediente

Na administração de Maria Oliveira tudo é compro com exagero. Destaque para a compra de material de expediente, cuja  empresa L. A. V. Da Cunha -ME vendeu para a prefeitura 3, 6 milhões de material para uso nas secretarias. Enquanto a prefeitura adquiriu menos de um milhão em material escolar. Enquanto isso, a prefeitura do governo do PSDB comprou mais de 2 milhões de material de limpeza. Quanto dinheiro para coisas simples e pouco investimento na educação e saúde. 

As respostas para tantas perguntas ficam a cargo do MPAM . 

Veja os pregões e valores

Folha 1

Folha 2

Folha 3

Popular