segunda-feira, setembro 28, 2020

Jenilson Leite destaca uso de corticoides no tratamento da covid-19

O infectologista e deputado Jenilson Leite está bastante otimista com o resultado do estudo brasileiro para o tratamento de covid-19. Trata-se do uso de corticoides, medicamentos de ação anti-inflamatória e imunossupressora, que é usado para suprimir os mecanismos de defesa do corpo, um procedimento necessário para a realização de transplantes e enxertos, por exemplo. Sendo confeccionado a partir de um hormônio produzido pelo nosso corpo chamado de cortisol, que é produzido nas glândulas suprarrenais.

JAMA Network

A descoberta é de cientistas brasileiros. Tendo no qual foi publicado no JAMA Network- site voltado especialmente para estudos relacionados à medicina- no dia 02 de setembro.

A coalizão covid-19 Brasil apresentou o resultado de mais um estudo para o tratamento do novo coronavirus. O estudo Codex (coalizão 3), publicado com uma meta-análise no JAMA, é intitulado “ Association bettween administration of systemic Corticosteroids ad mortality Among Critically III Patients Whith Covid-19 a Meta-analysis”, ou seja, tradução livre é : (Associação entre a administração de corticosteroides sistêmicos e mortalidade entre pacientes criticamente III com Covid-19 a Meta-análise). Os resultados obtidos mostram que a utilização de corticosteroides reduz a mortalidade (meta-análise) e aumenta os dias livres de ventilação (Codex) em pacientes graves de Covid.

A descoberta é tão significante, que partir de agora, esses resultados serão utilizados nos guidelines da Organização Mundial de Saúde, ou seja, serão inclusos o uso de corticoide para pacientes graves de Covid.

Para Jenilson Leite, os cientistas brasileiros estão de parabéns pela grande descoberta. “Essa descoberta é de suma importância, porque são remédios extraídos de plasmas, mas só é possível chegar a essa descoberta fazendo pesquisas, testes e mais testes, e isso requer investimento. Por isso, é necessário que o governo invista cada vez mais na ciência brasileira, aonde temos obtidos grandes resultados”, destaca o médico.

O infectologista pondera que é preciso acreditar na ciência do nosso país. “Os cientistas brasileiros tem surpreendido o mundo, além de bons pesquisadores, temos a maior biodiversidade do planeta. Temos que acreditar na ciência do Brasil. Para isso, o governo precisa para de cortar as bolsas de estudos e diminuir os recursos das áreas de pesquisas. Sem investimento não temos pesquisas e resultados como esse seria quase impossível de ser obtido”.

Leandro Matthaus
Leandro Matthaus é graduado em Letras Português pela UFAC, radialista e narrador esportivo. Atuou nos sites Acrenoticias.com, Blog do Kaká, Tarauacá Agora, foi assessor de comunicação da Prefeitura de Tarauacá. No rádio, tem passagens pelas Rádio Nova Era FM 87,9 e Jordão FM 88.5 Cultural. Tem um programa na Rádio Juruá FM 100,9 (Programa Mistura Fina). Além de ser Vascaíno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

Cel. Ulysses será o vice de Minoru Kinpara e Major coordenadorá a campanha do ex-reitor da Ufac

Pedro Valério continua presidente regional do PSL no Acre e as candidaturas do interior tanto para o legislativo, como para o executivo será coordenada...

Vereadores de Jordão apresentaram mais de 300 proposições legislativas em 2019

Os parlamentares de Jordão, no interior do Acre, concluem 2019 como um dos anos mais produtivos da história política da cidade. Os edis apresentaram...