Jordão: Jovens da União do Vegetal auxilia secretarias do município na coleta do lixo nas praias

- Publicidade -

Durante o verão amazônico, a presença de banhistas é constante nas praias dos rios da região. Nesse período também o acúmulo de lixo é enorme. Muitas pessoas esquecem de recolher o lixo que levam para as praias e poluem o meio ambiente. 

Em Jordão, cidade do interior do Acre,  Marlindo Mendonça,  gerente administrativo do Hospital da Família do município e membro do Centro Espírita União do Vegetal ( UDV),  mobilizou os jovens da instituição religiosa , para recolher o lixo nas praias no perímetro urbano.

- Publicidade -

Para realizar este trabalho, Marlindo com apoio da direção da União do Vegetal de Jordão, buscaram parcerias com as secretarias municipais de Administração, representada por Edinho Lopes, e de Produção e Sustentabilidade, por meio do setor de meio ambiente, para que fosse executado essa atividade. O secretário de Produção e Sustentabilidade é Nertan Mendonça, pertencente ao quadro de mestre e presidente  da DAV Jordão. 

Durante todo a tarde de domingo, 16, os jovens da UDV recolheram mais de 30 sacos de lixo, cerca de 300 quilos de entulhos. Na grande maioria são latas de cerveja , sacolas plásticas. Deixadas pelos usuários das praias e moradores de que vivem nas canoas no porto da cidade. 

A União do Vegetal além do trabalho espiritual que desempenha com as pessoas, desenvolve ainda ações sociais por meio da Casa União, braço filantrópico da instituição religiosa. A UDV também se destaca pelo   trabalho de preservação do meio ambiente, de onde provém as duas espécies vegetais  que são usados para fazer o chá Hoasca.

Para Marlindo Mendonça, autor da ideia, essa ação além de ser um forma de preservar o espaço que habitamos, bem como buscar conscientizar os jovens da UDV e os moradores do município. Mendonça agradeceu ainda o apoio dos secretários Edinho e e Nertan Mendonça pela parceira com a UDV. 

Para o secretário de meio ambiente, Nertan Mendonça, o principal objetivo da atividade  é conscientizar as pessoas. ” O lixo não fala, mas diz muito sobre a conduta de quem faz isso. Vamos continuar fazendo essas atividades. Um meio ambiente limpo é sinal de saúde, de pessoas educadas. Precisamos ser responsável pelo que produzimos. Descartar o lixo de forma responsável, é garantia de um futuro melhor para os nossos filhos  “, disse. 

Por Leandro Matthaus

Related Articles