segunda-feira, abril 12, 2021

Calegário diz que antecipação de eleição da Mesa precisa de consenso e dispara: “o momento é de cuidar de vidas, e não se preocupar com eleições”

Ele prometeu, ainda, ajuizar uma ação caso a eleição prevista para a próxima semana aconteça de forma a atropelar os ritos regimentais e fora do consenso dos 24 deputados

Um grupo de parlamentares ligados ao presidente da Aleac, deputado Nicolau Júnior (Progressistas), se articula para antecipar a eleição da Mesa Diretora, que deveria ocorrer apenas em fevereiro de 2021. Nesse sentido, o deputado Fagner Calegário, uma das lideranças do bloco independente na Casa, disse que pretende protocolar uma ação preventiva na Justiça, caso o processo eleitoral seja ‘atropelado’.

“O meu posicionamento é, enquanto não esgotado o diálogo para a criação de consenso, não tem eleição. Estou disposto, inclusive, a ajuizar uma ação para não deixar as eleições acontecerem, eu protocolo de forma preventiva para garantir o cumprimento da Constituição Estadual”, disse o parlamentar ao destacar que a construção do diálogo entre os parlamentares é fundamental.

Fagner Calegário acrescentou que “o momento é de cuidar de vidas, e não se preocupar com eleições. Temos um inimigo invisível e hoje querem antecipar as eleições da Mesa, defendendo interesses”.

Nos bastidores, há uma corrente de pensamento entre os parlamentares que não querem mais Nicolau Júnior no comando da Assembleia Legislativa, embora que pequena. Outro ponto é a tentativa de grupos do Progressistas buscarem ocupar espaços atualmente ocupados pelo MDB e pelo PSB na Mesa.

Fonte: Noticias Da Hora

Popular