sexta-feira, abril 16, 2021

Após divulgação de vídeo, Polícia Civil prende homem acusado de agressão física contra esposa

APÓS DIVULGAÇÃO DE VÍDEO, HOMEM ACUSADO DE AGREDIR A ESPOSA NO RAMAL DO CABO, É LOCALIZADO E CONDUZIDO PARA A DELEGACIA DA MULHER EM CRUZEIRO DO SUL/AC.

Na manhã desta 3ª feira, 21/07/2020, Agentes da Equipe de Investigação da Delegacia da Mulher de Cruzeiro do Sul (DEAM), conhecidos pela sociedade como os “HERÓIS DA DEAM”, conseguiram localizar no Ramal do Cabo, zona rural de Cruzeiro do Sul, o nacional A.C.C.C, 41 anos, acusado de agredir fisicamente sua companheira de mais de 20 anos, a sra. S.S.S., de 37 anos.

De acordo com o Delegado-Titular da DEAM, Dr. Alexnaldo Batista, após tomar conhecimento dos fatos, através de um vídeo nas redes sociais, onde a vítima aparecia gravemente ferida e ensanguentada, após ser agredida covardemente pelo seu companheiro, na frente de toda sua família, foram tomadas todas as providências imediatas inerentes ao caso.
“Imediatamente acionamos os Agentes de Polícia, que se deslocaram para o local, uma comunidade rural, nas proximidades do Ramal 2, onde após várias horas de procura os policiais conseguiram identificar, localizar e conduzir o acusado para a Delegacia, onde o mesmo foi Qualificado, Interrogado e Indiciado, pelo crime de Lesão Corporal, no âmbito da Violência Doméstica (Lei Maria da Penha)”. Explicou o Delegado.

O Delegado Alexnaldo elogiou o trabalho dos agentes de Polícia e informou que o acusado confessou ter agredido a vítima, “ele alegou que toda a confusão foi por conta de bebedeira e que familiares tentavam contê-lo e que acabou atingindo sua companheira com um soco no rosto, sendo que a mesma ainda caiu em cima de uma lata, vindo a agravar os ferimentos. O vídeo é chocante e mostra a vítima completamente desnorteada após ser covardemente agredida.”
O Delegado explicou ainda que a Rede de Proteção a Mulher está atenta a todas as denúncias de Violência Doméstica e que as providências são imediatas, “sempre alertamos as mulheres vítimas que denunciem seus agressores, importante destacar que qualquer pessoa que tiver conhecimento de casos de agressão ou maus-tratos deve denunciar imediatamente através do 190, Disque 180 e também comparecendo a Delegacia da Mulher, sempre é bom lembrar que o sigilo é absoluto e sua identidade será preservada.

Popular