quarta-feira, março 3, 2021

Morte de cães farejadores comove PM em Tarauacá; há suspeita de envenenamento

A morte de Hulk e Logan, dois cães farejadores da Polícia Militar em Tarauacá, nesta segunda-feira (20), comoveu os PM’s da cidade.

A primeira versão é de que os dois animais teriam sido envenenados, porém o comandante da PM em Tarauacá, major Jean Marques, disse ao Notícias da Hora que não é possível concluir que essa seja a causa da morte.

“Não podemos afirmar ainda as circunstâncias. Vamos abrir um procedimento administrativo para apuração dos fatos e ao final chegarmos a uma conclusão”, garantiu.

O comandante informou que os cães haviam acabado de passar por um treinamento, saíram para comer ração e após cerca de cinco minutos no quintal do quartel voltaram passando mal. Em segundos caíram no pátio externo agonizando, conforme mostra um vídeo. É possível ouvir policiais chorando.

“Não se sabe se foi envenenamento ou cobra, algum animal peçonhento”, afirmou o major.

Hulk tinha um 1 ano e oito meses. Logan, cinco meses. Os dois farejadores ajudavam os policiais nas operações de combate ao tráfico de drogas na região, por isso não está descartada a hipótese de envenenamento.

*Por Luciano Tavares, do Notícias da Hora

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular