sexta-feira, outubro 30, 2020

PRF flagra motoristas embriagados e evita acidentes em rodovia federal no Acre

Neste domingo (19), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou a prisão de dois homens por embriaguez à condução veicular. Os flagrantes aconteceram na BR-364, em Rio Branco (AC).

O primeiro foi por volta de 11h45min, quando os PRFs avistaram um motorista na condução de um veículo no Km 145 daquela rodovia federal, no bairro Custódio de Freire. O condutor recebeu ordem de parada para ser fiscalizado. Durante a entrevista, os policiais perceberam que o motorista apresentava diversos sinais de embriaguez. Ao realizar o teste (bafômetro), foi aferida a quantia de 1,3 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões. Ainda, a carteira de habilitação do indivíduo fiscalizado estava vencida há mais de 30 dias.

O outro caso aconteceu na Unidade Operacional (UOP01) da PRF, no bairro Santa Cecília, por volta das 18h. Os policiais determinaram que o condutor de uma motocicleta parasse; no entanto, o motociclista desobedeceu e empreendeu fuga. De imediato, os PRFs realizaram acompanhamento tático para abordar o fugitivo. O evadido entrou bruscamente no bairro, colocando em risco a vida de várias pessoas que estavam no local. Quando chegou em uma rua no formato de curva, o motociclista parou na cerca e foi alcançado pelos PRFs. O abordado confessou que fugira porque tinha ingerido bebida alcoólica. O aparelho confirmou a quantia de 0,78 miligramas de álcool por litro de ar nos pulmões.

Diante dos fatos, o motorista de 44 anos de idade e o motociclista de 38 anos receberam voz de prisão e foram conduzidos, nos momentos dos respectivos flagrantes, para a Delegacia de Polícia Civil, para os devidos procedimentos legais.

Lei Seca

Exatamente há um mês, a Lei n° 11.705 de 2008, popularmente conhecida como “Lei Seca”, completou 12 anos. Após algumas atualizações, a norma enrijeceu o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) exatamente para alertar aos viajantes sobre a necessidade de se preservar vidas. Embriaguez à condução veicular é uma das principais causas de acidentes graves e de mortes no trânsito em todo o país.

Perante a citada Lei, a multa de trânsito para quem dirigir veículos com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência é de R$ 2.934,70. O período da suspensão do direito de dirigir inicialmente é de 12 meses (Art. 165). No caso de recusa ao teste, as medidas administrativas são semelhantes (Art.165-A).

O Art. 306 do CTB define como crime: “Conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência“. Com pena de detenção que varia de seis meses a três anos, podendo ser agravada se a pessoa embriagada causar no trânsito lesão corporal ou até morte a terceiros. As formas estabelecidas em lei para constatação da embriaguez são meio de exame de sangue, teste em aparelho de ar alveolar pulmonar (etilômetro), exame clínico firmado por médico perito ou outros meios de prova admitidos como, por exemplo, constatação pelo agente de sinais de embriaguez, prova testemunhal e vídeos, dentre outros.

  • Assessoria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

TARAUACÁ: 104 ANOS DE UM BELA HISTÓRIA

Por Isaac Melo (Blog Alma Acreana) BREVE HISTÓRICO - O século XIX é um século de grandes explorações na Amazônia. Surgem as famosas expedições de...

Cel. Ulysses será o vice de Minoru Kinpara e Major coordenadorá a campanha do ex-reitor da Ufac

Pedro Valério continua presidente regional do PSL no Acre e as candidaturas do interior tanto para o legislativo, como para o executivo será coordenada...