quarta-feira, outubro 28, 2020

Governo recebe doação de equipamentos de combate a incêndios do WWF Brasil

Técnicos do governo do Estado estão realizando treinamento para formação de novas brigadas de combate a queimadas urbanas e incêndios florestais, após receber os equipamentos doados pelo WWF Brasil. O material foi repassado a três instituições do governo no mês de junho, um total de 811 peças de combate ao fogo e equipamentos de proteção individual.

Bombas flutuantes, bombas costais, abafadores, sopradores, luvas e capacetes foram destinados à Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Corpo de Bombeiros Militar (CBMAC) e ao Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA) da Polícia Militar (PMAC).

Os equipamentos doados à Sema serão utilizados nas Unidades de Gestão Ambiental Integradas (Ugais), bem como na sede do Parque Estadual Chandless.

Foram investidos mais de R$ 300 mil na aquisição desses materiais, que vão permitir a formação de brigadas contra incêndio nas unidades de conservação estaduais. “Isso possibilitará que os próprios moradores das Unidades beneficiadas sejam capacitados para operar os equipamentos de combate ao fogo”, disse o secretário de Estado de Meio Ambiente, Israel Milani.

Para o tenente Freitas Filho, do Corpo de Bombeiros, devido as dificuldades de acesso em alguns locais do Acre, onde não se pode ir de caminhão ou carro, materiais como esses são de extrema importância no combate a queimadas e incêndios florestais.

“Com a chegada do verão amazônico, a necessidade de reforço no combate só aumenta, pois é uma época que as ocorrências de queimadas costumam triplicar. Por meio dessas parcerias, podemos estar equipados para uma melhor ação de combate ao fogo. Elas são essenciais para as nossas atividades em todo o Acre”, acrescentou o tenente.

Entre os equipamentos doados ao BPA estão drones, computadores, tablets, rádios comunicadores e outros itens, que acordo com o comandante do batalhão, major Kleison Albuquerque, vão agilizar o trabalho do BPA e aumentar sua eficácia em campo.

“Com os equipamentos doados pelo WWF, os policiais passaram a ter melhores condições de planejar as operações antes de sair a campo, gerando imagens de satélites e realizando o georreferenciamento das áreas. Essa parceria chega no momento certo. Estamos saindo da era do papel e dando um grande salto com o uso da tecnologia”, completou major Albuquerque.

Fonte: Juruá em Tempo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Popular

Jordão: extração do látex da seringueira melhora renda de moradores da reserva extrativista; venda da borracha injetou sessenta mil na zona rural do município

Durante quase cem anos , final do séc. XIX e até  meados de 80 do séc. XX, a borracha, produto extraído do látex da...

Tarauacá: Grupo Tático prende cinco homens por envolvimento com o tráfico de drogas

Na sexta-feira, 03, a Polícia Militar, por meio do Grupo Tático de Tarauacá, braço da corporação para o enfrentamento do crime organizado, conseguiu prender...

TARAUACÁ: 104 ANOS DE UM BELA HISTÓRIA

Por Isaac Melo (Blog Alma Acreana) BREVE HISTÓRICO - O século XIX é um século de grandes explorações na Amazônia. Surgem as famosas expedições de...

Cel. Ulysses será o vice de Minoru Kinpara e Major coordenadorá a campanha do ex-reitor da Ufac

Pedro Valério continua presidente regional do PSL no Acre e as candidaturas do interior tanto para o legislativo, como para o executivo será coordenada...