Jordão: com COVID-19, indígena de 99 anos é transferido para Rio Branco

O líder  indígena Roldão Sereno Kaxinawá, de 99 anos, acometido do novo coronavirus foi transferido do Hospital da Família de Jordão, no interior do Acre, para Rio Branco, na tarde desta sexta-feira (26). 

O paciente chegou da aldeia, na quinta-feira (25), apresentando os sintomas da covid-19 e após o teste rápido, o resultado foi positivo. Confirmado o resultado, o diretor da Unidade de Saúde, Rondinele Farias disse que foi montado uma vigília para manter o paciente vivo, e na manhã de hoje, a médica solicitou sua transferência via TFD. 

O indígena foi transferido pelo avião aeromédico para UTI de referência para pacientes da covid-19 na capital. 

Segundo a coordenação do Polo Indígena o município, 15 índios já testaram positivo para o novo coronavirus. 

Por Leandro Matthaus

Related Articles